Arquivos do Blog

Novidades da TV Paga – Maio de 2016

Homem Formiga Poster

A Rede Telecine apresenta mais um sucesso da Marvel Studios, o Homem Formiga, como um dos destaques do mês, acompanhado da nova aventura de Tom Cruise, em Missão Impossível 5 – Nação Secreta, o romance Cidades de Papel e a comédia nacional, Vai Que Cola – O Filme. Entre os destaques da HBO, o suspense O Jogo da Imitação e o filme de ação Noite Sem Fim. O Telecine Cult apresenta o drama francês Uma Relação Delicada (2013), enquanto o Max exibe Vício Inerente (2014) e a comédia argentina, Relatos Selvagens. O Canal Brasil destaca o premiado filme nacional Que Horas Ela Volta?, enquanto o documentário 3D de Win Wenders, Pina, chega nas telas do canal Arte 1 e o canal Cinemax celebra a animação brasileira indicada ao Oscar, O Menino e o Mundo e o canal Curta, exibe o clássico nacional, Ganga Bruta (1933).

Leia o resto deste post

Anúncios

Novo filme da diretora de Que Horas Ela Volta? selecionado para o Festival de Berlim 2016

Anna Muylaert

Por causa do sucesso Que Horas Ela Volta?, a diretora brasileira Anna Muylaert tornou-se uma referência global do cinema nacional. Por isso, seu novo filme Mãe Só Há Uma já chamou atenção no Festival de Berlim e foi selecionado para a Mostra Panorama. A programação do Festival será exibida entre 11 a 21 de fevereiro. Na trama, um adolescente descobre ter sido adotado, partindo em busca de sua mãe biológica, quando a mãe de criação é presa por sequestro de bebês em maternidades. O elenco reúne Matheus Nachtergaele, Naomi Nero, Dani Nefussi, Daniel Botelho, Luciana Paes, Helena Albergaria, Rene Guerra, Luciano Bortoluzzi e Laís Dias. O Brasil levará mais três filmes para o Festival. O longa Muito Romântico, co-produção da Alemanha, dos gaúchos Melissa Dullius e Gustavo Jahn; Antes o Tempo Não Acabava, de Sérgio Andrade e Fábio Baldo; e o documentário Curumin, de Marcos Prado. Além deles, os curtas Ruína, do carioca Gabraz Sanna e Das Águas Que Passam, de Diego Zon.

Leia o resto deste post

Spotlight é a escolha do Critics Choices Awards 2016

spotlight-poster

Apesar do novo Mad Max e O Regresso estarem bem cotados para levar a principal categoria de Melhor Filme do Critics Choices Awards 2016, o escolhido foi Spotlight – Segredos Revelados que apresentou uma equipe de jornalistas denunciando um escândalo envolvendo a Igreja Católica. DiCaprio confirmou o favoritismo como Melhor Ator por O Regresso e Brie Larson de O Quarto de Jack tirou o prêmio de Jennifer Lawrence por Joy – O Nome do Sucesso. Stallone venceu como Melhor Ator Coadjuvante pelo papel que o consagrou, Rocky Balboa, depois de seis filmes. Aos 70 anos, o australiano George Miller venceu como Melhor Diretor pelo eletrizante Mad Max – Estrada de Fúria, desbancando nomes de peso como Alejandro González Iñárritu, Ridley Scott e Steven Spielberg. O filme de Miller, alias, foi o grande vencedor da noite com 9 prêmios, a maioria nas categorias técnicas. Não foi dessa vez para o Brasil. O seu Que Horas Ela Volta? perdeu na categoria de Melhor Filme Estrangeiro para O Filho de Saul e a Pixar emplaca mais um grande sucesso com Divertida Mente como Melhor Animação. Nas categorias de televisão, a série dramática Mr. Robot, a série de comédia Master of None e a mini-série Fargo são os grandes destaques.

Leia o resto deste post

Que Horas Ela Volta? fica de fora do Oscar 2016

Que Horas Ela Volta? vence em Berlim

Ainda não foi desta vez. O filme nacional Que Horas Ela Volta (2015) da diretora Anna Muylaert chamou a atenção da comunidade internacional de cinema. Foi exibido no Festival de Sundance, vencendo o prêmio especial de Juri de Melhor Atriz para as duas protagonistas, Regina Casé e Camila Márdila. Venceu o prêmio de Juri Popular da Mostra Panorama do Festival de Berlim, sendo ovacionado de pé na sessão de estréia, entre outros prêmios. Foi indicado a Melhor Filme Estrangeiro no National Board of Review e no Critics Choice Awards 2016. Recomendado pelo Brasil para disputar na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar, o filme não avançou no processo de pré-seleção organizado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Leia o resto deste post

National Board Review destaca novo Mad Max e nacional Que Horas Ela Volta?

Novo Mad Max

O National Board of Review, criado em 1909, em Nova York, foi um dos primeiros órgãos de censura dos Estados Unidos para filmes. Hoje, a entidade reúne críticos, professores historiadores, estudantes e profissionais de cinema e escolhe os melhores da industria cinematográfica desde 1932. Em 2015, foram analisados mais de 250 filmes e o grupo escolheu como Melhor Filme do Ano, a ficção científica de ação desenfreada, Mad Max – Estrada de Fúria, de George Miller, considerado o melhor de toda a saga pós apocalíptica. O filme Perdido em Marte surpreende com a maioria dos prêmios do ano como Melhor Diretor, Ator, Roteiro Adaptado e na lista dos Melhores do Ano.

O novo filme de Tarantino, Os Oito Odiados, confirma o favoritismo em Roteiro Original, enquanto Divertida Mente, confirma o favoritismo em Melhor Animação. Feras Sem Nação, a estrela do Netflix, vence Melhor Ator Revelação para o jovem Abraham Attah e o Prêmio Liberdade de Expressão. Curiosamente, Sylvester Stallone vence como Melhor Ator Coadjuvante por Creed – Nascido Para Lutar no mesmo papel que rendeu sua única indicação ao Oscar de Melhor Ator em 1975, o lutador Rocky Balboa. O Brasil foi destacado pelo NBR com o filme Que Horas Ela Volta? recomendado entre os Melhores Filmes Estrangeiros.

Leia o resto deste post

Brasil inscreve Que Horas Ela Volta? como representante para o Oscar 2016

Que Horas Ela Volta? recomendado pelo Brasil para o Oscar 2016

Que Horas Ela Volta? recomendado pelo Brasil para o Oscar 2016

Todos os anos, uma comissão do Ministério da Cultura analisa entre diversos filmes lançados no ano, aquele que representará o Brasil para disputar a espremida categoria Melhor Filme Estrangeiro do Oscar, famoso prêmio do cinema, distribuído pela Academia de Ciências e Artes Cinematográficas de Hollywood, dos Estados Unidos. A comissão deste ano escolheu o drama Que Horas Ela Volta? da diretora Anna Muylaert, com Regina Casé e Camila Márdila. Apesar do filme não ter conquistado o grande público no Brasil até o momento, ele vem chamando atenção no mercado internacional, atraindo grande público, ganhando prêmios e conquistando o respeito da crítica especializada, tanto de fora, quanto nacional. Especula-se que o filme pode até render indicações para Regina Casé na categoria de Melhor Atriz.

A revista britânica Screen se rendeu ao filme Second Mother (como é conhecido lá fora) e sua principal atriz: “Tocante, divertido, perceptivo e simples demais para envolver o grande público. (…) Atuação hilária, inteligente e espirituosa de uma veterana atriz brasileira, comediante e apresentadora de TV, Regina Case, cercada por um sólido elenco coadjuvante”. Para os britânicos, o filme poderia facilmente ser o candidato brasileiro para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e nesse caso, teria grandes chances de levar o prêmio. O filme recebeu nota 8, no Internet Movie Data Base – IMDB, 96% de críticas positivas no Rotten Tomatoes, 82 pontos no Meta Critic, além de ótimas críticas do jornal britânico The Guardian, da equipe do crítico Roger Ebert e do jornal norte americano especializado em cinema Variety. A jornalista Sidney Livine do portal Indiewire, dedicado ao cinema independente, definiu a protagonista do filme como uma super heroína da realidade brasileira. Para o portal, o filme brasileiro pode entrar na lista de indicados a filme estrangeiro do Oscar, junto com o húngaro Filho de Saul, o francês Dheepan, o mexicano Gueros e o turco Mustang.

Leia o resto deste post

Lamentável atitude machista de cineastas pernambucanos contra o sucesso de Anna Muylaert

Anna Muylaert

Lamentável é a palavra mais adequada para descrever a polêmica que marcou a exibição do filme Que Horas Ela Volta?, com Regina Casé e Maeve Jenkings, na sala de cinema da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Cinema do Museu, recém inaugurada, dentro do Museu do Homem do Nordeste, na zona norte do Recife. O incidente ocorreu na sessão de sábado, dia 29 de agosto. Após a exibição do filme, teve início um debate para discutir as temáticas abordadas com segurança e sensibilidade pela diretora Anna Muylaert ao longo em sua obra. Os cineastas pernambucanos Lírio Ferreira e Cláudio Assis foram convidados pelos organizadores do evento para contribuírem com o debate, por serem também amigos, de longa data, da cineasta. Eles trabalharam juntos em outros projetos no passado. O debate serviria para destacar as qualidades do filme que conquistou reconhecimento internacional nos Festivais de Sundance e de Berlim. Além de celebrar o talento e os acertos de Muylaert. Entretanto, o que aconteceu foi uma situação vexatória, desmedida e lamentável. O pior exemplo de machismo, ocorre justamente em um evento que celebra um filme focado em valorizar as mulheres.

Leia o resto deste post

Cine Ceará 2015 destaca nacionais Que Horas Ela Volta? (2015) e Real Beleza (2015)

Cine Ceara 2015

O Festival Cine Ceará divulgou a seleção dos dez longas-metragens em competição da edição comemorativa de 25 anos, que será realizada de 18 a 24 de junho de 2015, em Fortaleza, no clássico cinema São Luiz, na praça do Ferreira. Entre os filmes nacionais destacam-se o estreante Real Beleza, de Jorge Furtado e Que Horas Ela Volta?, de Anna Mulayert, premiado nos Festivais de Sundance e Berlim onde recebeu importantes prêmios. Com a preocupação em apresentar produções ibero-americanas, o Festival destaca filmes estrangeiros como o chileno O Clube, do diretor Pablo Larraín, ganhador do Urso de Prata no Festival de Berlim, o cubano A Obra do Século, de Carlos Machado Quintela e o português Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa, vencedor dos Calungas de Melhor Diretor e Melhor Roteiro para Pedro Costa e Melhor Fotografia para Leonardo Simões e Pedro Costa, no Cine PE 2015. O campeão de bilheteria Cine Holliúdy, do cearense Halder Gomes, terá sessão especial no Cine Ceará. Além das exibições, haverá o seminário Mercado Audiovisual Cearense (MAC), com debates sobre financiamento e distribuição de produções.

O Cine Ceará terá início a partir de quinta-feira (18). Até o dia 24, serão exibidos 60 filmes (entre longas e curtas-metragens) de oito países. A entrada é gratuita e a distribuição de ingressos começa nesta terça-feira (16). Para maiores detalhes, visite o site do Festival: www.cineceara.com

Leia o resto deste post

Filme nacional Que Horas Ela Volta? vence prêmio no Festival de Berlim

Second_Mother

Que Horas Ela Volta? , filme da diretora Anna Muylaert (É Proibido Fumar) vem fazendo uma carreira nos festivais bastante celebrada. As atrizes Regina Casé e Camila Márdila venceram o prêmio especial do júri na categoria atuação no Festival de Sundance (Saiba mais detalhes aqui). Na sessão de exibição no Festival de Berlim, o filme foi ovacionado durante quase todos os créditos finais e os aplausos continuaram com a chegada da diretora e do elenco ao palco, segundo o site Omelete. Ainda em Berlim, o filme venceu o 17º prêmio de Juri Popular da Mostra Panorama do Festival. Um dos prêmios mais difíceis de ser alcançado. Também foi considerado o melhor filme pela Confédération Internationale des Cinémas d’Art et d’Essai – CICAE (Confederação Internacional de Cinemas de Arte e Ensaio). A CICAE reúne 3 mil representantes de salas dedicadas aos cinemas de arte, participa de 15 festivais internacionais e está associada a distribuidores de pelo menos 30 países, o que certamente irá estimular o interesse mundo afora pelo filme brasileiro no disputadíssimo mercado internacional.. Os demais filmes premiados no Festival foram escolhidos pelo júri liderado pelo diretor norte americano Darren Aronofsky (Cisne Negro).

Leia o resto deste post

Regina Casé e Camila Márdila, destaques no trailer do Que Horas Ela Volta?

Regina Casé e Camila Márdila ganham prêmio de atriz no Festival de Sundance

Second_Mother

O filme Que Horas Ela Volta? da diretora Anna Muylaert (Durval Discos, É Proibido Fumar, Chamada a Cobrar) foi escalado para a programação do Festival de Sundance, na seção World Cinema. Aplaudido de pé na exibição, no dia 25/01, venceu o prêmio especial de juri na categoria de Melhor Atriz, divido entre as atrizes Regina Casé e Camila Márdila.

Estrelada por Casé, a película narra a história de uma mãe, Val, que deixa a filha Jéssica no interior de Pernambuco para trabalhar como babá em São Paulo. Depois de 13 anos distantes, a filha precisa morar com a mãe em São Paulo para fazer vestibular de Arquitetura. Surge, então, o conflito pela atitude subserviente da mãe diante de seus empregadores. A filha, instruída com outros valores, não aceita a condição da mãe e tenta burlar as regras sociais estabelecidas. Um conflito de classes retratado num microcosmo familiar. Apesar da densidade dramática abordada no tema, da complexidade da trama e da representação de seus personagens, o filme é bastante elogiado por sua abordagem leve, com bom humor e sensibilidade. Ponto para a diretora e roteirista (Muylaert) e as atuações marcantes de suas atrizes principais.

Leia o resto deste post

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

Compartilhando coisas legais!

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna