Arquivos do Blog

Cine Ceará 2015 destaca nacionais Que Horas Ela Volta? (2015) e Real Beleza (2015)

Cine Ceara 2015

O Festival Cine Ceará divulgou a seleção dos dez longas-metragens em competição da edição comemorativa de 25 anos, que será realizada de 18 a 24 de junho de 2015, em Fortaleza, no clássico cinema São Luiz, na praça do Ferreira. Entre os filmes nacionais destacam-se o estreante Real Beleza, de Jorge Furtado e Que Horas Ela Volta?, de Anna Mulayert, premiado nos Festivais de Sundance e Berlim onde recebeu importantes prêmios. Com a preocupação em apresentar produções ibero-americanas, o Festival destaca filmes estrangeiros como o chileno O Clube, do diretor Pablo Larraín, ganhador do Urso de Prata no Festival de Berlim, o cubano A Obra do Século, de Carlos Machado Quintela e o português Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa, vencedor dos Calungas de Melhor Diretor e Melhor Roteiro para Pedro Costa e Melhor Fotografia para Leonardo Simões e Pedro Costa, no Cine PE 2015. O campeão de bilheteria Cine Holliúdy, do cearense Halder Gomes, terá sessão especial no Cine Ceará. Além das exibições, haverá o seminário Mercado Audiovisual Cearense (MAC), com debates sobre financiamento e distribuição de produções.

O Cine Ceará terá início a partir de quinta-feira (18). Até o dia 24, serão exibidos 60 filmes (entre longas e curtas-metragens) de oito países. A entrada é gratuita e a distribuição de ingressos começa nesta terça-feira (16). Para maiores detalhes, visite o site do Festival: www.cineceara.com

Leia o resto deste post

Apesar de crise, Cine PE 2015 bate recorde de filmes inscritos

cine_pe_2015

Os organizadores do maior evento de cinema de Pernambuco, o Cine PE 2015, celebram a quantidade recorde de filmes inscritos, entre longas e curtas metragem. Entre produções nacionais e estrangeiras. Ao todo, foram 720 obras inscritas. Mas a edição XIX do Festival será marcada pela crise. Visando dar sobrevida ao evento, o organizador e idealizador Alfredo Bertini resolveu adotar algumas estratégias. A edição de 2014 foi criticada por destacar filmes de menor repercussão e perdeu espaço junto ao público, enfrentando sessões esvaziadas. A busca pela internacionalização, iniciada no ano passado, depois de 17 anos apresentando apenas filmes nacionais, contribuiu para a falta de identificação do público com as obras exibidas.

Leia o resto deste post

Governo assume cinema São Luiz, Zé do Caixão festeja em Veneza, Batman escala bilheterias

Governo de Pernambuco transforma cinema São Luiz em Estação Cultural

O cinéfilo recifense nem teve tempo de comemorar a inauguração dos cinco cinemas no Plaza Shopping quando recebeu outra notícia animadora. O governo do Estado, através da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), oficializou, na última sexta (29), a adoção de um dos principais cinemas de rua do país, o Cine São Luiz. O tradicional cinema, lançado em 1952, ficou ameaçado de extinção, como ocorreu com as demais salas do centro nos últimos dez anos: Veneza, Moderno, Art Palácio e Trianon. Fatores como concorrência com as avançadas salas de Shopping e a decadência dos cinemas de bairro e de centro, atribuídas a violência e a falta de estacionamento, ameaçaram também a fechar o histórico local que abrigou o primeiro Festival de Cinema de Recife, em março de 1997.

Depois de buscar várias alternativas para não fechar o cinema, o Grupo Severiano conseguiu um acordo com a Faculdade Barros Melo (Aeso) que assumiu a sala e iniciou, em fevereiro de 2007, uma série de reformas. Diante de muitas dificuldades, a Faculdade desistiu do projeto no ano seguinte e o cinema voltou a ficar ameaçado. Com o novo contrato, previsto para durar cinco anos, o Governo do Estado assume a responsabilidade sobre a sala ao custo de R$ 20 mil por mês de aluguel. A Fundarpe, que vai administrar o espaço, pretende abrir licitação pública para finalizar as reformas das instalações e reinaugurar a sala como Centro Cultural Estação Cinema São Luiz. O projeto de revitalização deverá ficar concluído nos próximos seis meses.

O Cinema São Luiz com suas 1260 poltronas será inserido no projeto Estações Culturais junto com o Museu da Imagem do Som (Mispe) e o Teatro Arraial, que vai transformar a Rua da Aurora, em um corredor de exibição, capacitação e treinamento do audiovisual. O Cine Teatro Arraial exibirá curtas-metragens nacionais e filmes que não entram nos circuitos dos grandes exibidores comerciais, enquanto o Museu da Imagem será um centro de articulação da comunidade produtora de cinema, vídeo, fotografia e música do Estado. O São Luiz terá a função de apresentar produções audiovisuais brasileiras ao público local, além de abrigar uma cinemateca em parceria com o Instituto Lula Cardoso Ayres, que conta com um acervo de mais de três mil filmes em película.

###

Brasileiros agitam no Festival de Veneza

Tainá Müller

Tainá Müller

O longa Plastic City, uma có-produção entre Brasil, China e Japão, foi lançado durante o Festival de Veneza nesse sábado (30), na Itália. A atriz brasileira Tainá Müller, protagonista do filme, desfilou no tapete vermelho do Festival e chamou a atenção da imprensa mundial, ao lado dos atores do longa como Milhem Cortaz. Mas apesar da baladação de estréia, o filme não agradou e recebeu algumas vaias após a exibição. A critica foi feroz e classificou o filme como aborrecido, extravagante e delirante.

O mesmo não aconteceu com Zé do Caixão. Seu filme Encarnação do Demônio (Nacional, 2008) foi exibido à meia noite da última sexta (29) para cerca de 300 espectadores. O diretor José Mojica Marins caprichou nas cenas de morte, tortura e no uso digamos criativo de ratos e baratas. Por fim, o público aplaudiu com entusiasmo o terror brasileiro. O resultado surpreendeu até os profissionais envolvidos com a produção.

###

Rápidas

Enquanto isso, em Gothan City, o Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, 2008) continua sua escalada de sucessivos recordes quebrados. Ao atingir a marca de US$ 900 milhões arrecadados mundialmente, o filme alcançou a 14ª posição na lista das maiores bilheterias de todos os tempos, tornando-se a adaptação dos quadrinhos para as telas de maior sucesso da história do cinema. Como o filme do Homem Morcego ainda não perdeu fôlego, estima-se que deva superar a marca de US$ 1 bilhão, entrando no seleto grupo de apenas três filmes que conseguiram essa façanha. Piratas do Caribe – O Bau da Morte (Pirates of the Caribbean: Dead Man’s Chest, 2006), Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei (The Lord of the Rings – The Return of the King, 2003) e o campeão Titanic (Idem, 1997), com o histórico recorde de US$ 1,8 bilhão.

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

O Tudo

Para conhecer diversas curiosidades sobre tudo

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Codéx Secreto Blog

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

UM POUCO SOBRE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ASSUNTOS ALEATÓRIOS

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Contos Noturnos

Contos da amante noturna