Cientistas admitem evidências de mega estrutura alienígena em estrela distante

Megaestrutura Alien

A estrela batizada de KIC 8462852, a 1.500 anos luz do Sistema Solar intriga cientistas que já admitem a possibilidade de intensa atividade alienígena, podendo até haver uma mega estrutura artificial absorvendo a energia da estrela como hipótese mais provável. Os astrônomos ao redor do mundo observam sistematicamente as estrelas visíveis pelo universo para identificar aquelas em que, por um breve período, haja uma queda na intensidade de sua luz, indicando a presença de planetas ao redor, como ocorre em nosso Sistema Solar, os chamados exoplanetas. A periodicidade da queda na luz, indica o tempo que leva para o planeta ou planetas completar sua orbita em torno da estrela observada e deixar sua sombra. A passagem de um planeta nas dimensões da Terra pode reduzir a luminosidade da estrela em cerca de 1%. Mas a estrela encontrada entre as constelações de Cygnus e Lyrae, dentro da Via Láctea, parece ignorar esse padrão. Ao ser observada pelo telescópio Kepler, que mais contribuiu para identificar planetas fora do Sistema Solar, a estrela apresentou atividade anômala, inédita até então, nas observações, ao longo de quatro anos. Sua luz chega a cair entre 15% a 25% em padrões aleatórios.

A anomalia disparou o alerta para a equipe de pesquisadores liderados por Tabetha Boyajian, da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e para o astrônomo norte americano, Jason Wright, da Universidade Penn State. Os exoplanetas encontrados até o momento reduzem a luminosidade de uma estrela em até 3%. O que poderia projetar uma sombra de 15% a 25%? A observação intrigou cientistas do mundo inteiro, quando um artigo publicano no periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society descreveu o comportamento da estrela KIC 8462852, maior do que o nosso Sol. Veja o artigo aqui, no original, em inglês. Várias hipóteses foram levantadas para explicar o fenômeno e e logo descartadas. Uma estrela jovem com planetas em formação e muitos destroços, uma estrela bem mais escura, uma nuvem de destroços cósmicos, grupos de cometas ou gigantescas manchas estelares ao redor da estrela. Mas essas possibilidades teriam uma assinatura de radiações infravermelhas que não foram identificadas. Também foram descartadas falhas nos instrumentos do Kepler ou nas lentes. O telescópio pode observar e analisar cerca de 150 mil estrelas ao mesmo tempo e continua em seu funcionamento normal. Nada errado foi detectado.

Foi quando o pesquisador Jason Wright levantou a hipótese mais provável, embora bizarra. Uma civilização tão avançada a ponto de absorver energia direto do sol, através de mega estruturas de possíveis painéis solares. Wright citou a clássica hipótese proposta pelo físico britânico Freeman Dyson, em um artigo de 1960 na revista Science, conhecida como a Esfera de Dyson. A ideia foi apresentada ao público, no episódio Relíquias da sexta temporada da série de TV, Jornada nas Estrelas – A Nova Geração, produzido durante os anos 90. Dyson afirmava que uma civilização altamente desenvolvida precisa de grandes quantidades de energia para se sustentar. Ao esgotar os recursos de seu planeta natal, eles poderiam encontrar meios para absorver a energia da sua própria estrela. Mas para isso, seria necessário algo gigantesco. Como painéis solares que iriam, aos poucos, envolvendo a estrela e bloqueando sua luz. Ideia conhecida como Esfera de Dyson.

A pesquisa abre espaço para mais especulações. Seriam as tropas do império intergaláctico lideradas por Darth Vader para celebrar o lançamento de Star Wars – Episódio VII – O Despertar da Força? Os olhos da comunidade científica se voltam para a estrela KIC 8462852 em busca de mais explicações. Já é difícil explicar duas luzes teimosas na superfície do planetoide Ceres, no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, praticamente nossos vizinhos. Imagine chegar a alguma conclusão sobre uma estrela a 1.500 anos luz daqui. Só nos resta especular.

Saiba mais sobre Ceres:

Luzes misteriosas no planetoide Ceres são investigadas pela Nasa

Planetoide Ceres brilha luzes da cidade em pleno espaço sideral

Anúncios

Publicado em 18 de outubro de 2015, em Giroscópico e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

Compartilhando coisas legais!

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

%d blogueiros gostam disto: