Arquivos do Blog

Compositor Hans Zimmer não quer mais saber de trilhas para filmes de Super Heróis

Hans-Zimmer-BvS

Logo que os filmes de super heróis se tornaram moda, Hans Zimmer tornou-se um dos principais compositores das trilhas sonoras heroicas. Seu trabalho mais recente, Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2016) tem na trilha, um dos pontos altos, embora o próprio filme divida opiniões entre espectadores e críticos. O gênero de super heróis nas telas ainda deve render diversos lançamentos pelos próximos anos, mas para Zimmer, é o fim. “Estou oficialmente aposentado do gênero de super heróis”, revelou o compositor de obras como Batman Begins (2005), Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008), Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), O Homem de Aço (2013), O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro (2014). Para ele, A Origem da Justiça foi sua última contribuição. Será que a parceria entre Zimmer e o diretor Zack Snyder teve algo haver com sua decisão extrema? Será que a perspectiva de haver mais uma série de filmes de super heróis em produção para os próximos anos também foi um peso? Qualquer resposta a essas perguntas será especulação.

Leia o resto deste post

Anúncios

Steven Spielberg prevê o fim da era dos filmes de super heróis

O cineasta Steven Spielberg, responsável por clássicos do cinema como Tubarão, Indiana Jones, ET, Jurassic Park, entre tantos títulos, já provou que entende de sucesso. Sua carreira é repleta de muitos altos e poucos baixos. Por isso, a declaração polêmica de Spielberg foi recebida com preocupação pela indústria de cinema de Hollywood. O famoso cineasta declarou que o gênero de super heróis no cinema não veio para ficar e que encontrará um fim no horizonte. Para o diretor de Encurralado, o gênero está fadado a perder sua força com o tempo. “Vimos quando o Faroeste morreu e haverá um momento em que os filmes de super heróis seguirão o mesmo caminho do Faroeste”.

Leia o resto deste post

Ação, irreverência e muito humor no trailer de Deadpool (2015)

Mais sobre o super grupo no trailer de Quarteto Fantástico (2015)

Resenha do filme – novo Quarteto Fantástico (2015)

quarteto-2015

A mais nova versão de Quarteto Fantástico (2015) chega aos cinemas com a tarefa ingrata de resgatar o interesse do público para o primeiro super grupo criado no Universo Marvel. A tarefa torna-se mais árdua quando sabemos que é a terceira tentativa de apresentar o grupo nas telas. A primeira versão, de 1994, resultou num filme trash que o estúdio responsável, a Constantin Film nem teve coragem de lançar. Roteiro tosco, atores sofríveis e defeitos especiais de fazer inveja ao Zé do Caixão. A segunda versão já com o selo da Fox, veio no embalo do sucesso de X-Men e Homem Aranha. O estúdio investiu em um elenco popular e um diretor de comédias, o resultado, lançado em 2005, foi um inofensivo filme pipoca, preocupado em agradar toda a família. Chegou a ganhar uma continuação em 2007. Os fãs e o público geral não aprovaram a franquia. Queriam um filme mais sério.

Com o filme Poder Sem Limites, de 2012, o diretor estreante Josh Trank trouxe ousadia e criatividade, numa abordagem realista, ao mostrar um grupo de jovens ganharem super poderes. As comparações com o Quarteto da Marvel foram inevitáveis, pelos vários aspectos semelhantes entre as tramas. A Fox, no risco de perder os direitos do Quarteto, pelos termos do contrato com a Marvel, precisava fazer mais um filme do super grupo com urgência e contratou Josh Trank com a promessa de trazer frescor e restabelecer a franquia. Nos bastidores do novo Quarteto, Trank se mostrou tão rebelde quanto a nova versão de Victor Von Doom nas telas. Segundo rumores, ocorreram muitas discussões criativas a ponto do diretor ser dispensado antes da produção ser finalizada. A situação ficou tão insustentável que a Disney desistiu de contratar Trank para dirigir outro filme da saga espacial Star Wars.

Leia o resto deste post

Em conflito com a Marvel, a Fox planeja reunir X-Men e Quarteto no mesmo filme

poster-x-men-quarteto

Há uma batalha ocorrendo nos bastidores dos filmes de super heróis, envolvendo os personagens da editora norte americana Marvel. Enquanto a Marvel assume uma postura canibalista de cancelar as próprias revistas de sucesso, o estúdio Twentieth Century Fox pode reagir com um filme reunindo os X-Men e o Quarteto Fantástico. Rumores sobre um único filme com os dois super grupos sugiram desde o ano passado, mas ganharam força nas últimas semanas por conta das estranhas atitudes da Editora Marvel para limitar o potencial de sucesso dos filmes dos X-Men e do Quarteto Fantástico, ambos produzidos pela Fox. Quem entende?

O estúdio da Raposa vai lançar, em agosto desse ano, mais uma versão do Quarteto Fantástico (o terceiro grupo nas telas), agora dirigida por Josh Trank. No elenco, veremos Michael B. Jordan (Namoro ou Liberdade) como o Tocha Humana, Miles Teller (Divergente, Whiplash) como o Sr. Fantástico, Kate Mara (Transcendence – A Revolução) como a Mulher Invisível e Jamie Bell (Jumper) como o Coisa, além de Toby Kebbell (Planeta dos Macacos – O Confronto), como Dr. Destino. Ano que vem, teremos a volta do grupo mutante com X-Men – Apocalipse (2016), de Bryan Singer, com o elenco de sucesso visto em X-Men – Primeira Classe (2011) e X-Men – Dias de um Futuro Esquecido (2014) e o acréscimo de Sophie Turner (Game of Thrones) como a jovem Jean Grey/Fênix, Olivia Munn (Newsroom) como Betsy Braddock / Psylocke e Oscar Isaac (Star Wars – O Despertar da Força) como o vilão En Sabah Nur / Apocalypse, entre tantos personagens veteranos e estreantes. O estúdio ainda tem os filmes de Gambit e outra continuação de Wolverine pela frente.

Leia o resto deste post

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

O Tudo

Para conhecer diversas curiosidades sobre tudo

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Codéx Secreto Blog

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Contos Noturnos

Contos da amante noturna