Arquivos do Blog

Folha de São Paulo lança coleção Minha Primeira Biblioteca com clássicos para crianças

Minha Prim Biblioteca

A Folha de São Paulo acertou com mais uma coleção de bom gosto e qualidade. A editora do jornal publicou a Coleção Folha – Minha Primeira Biblioteca, com 28 clássicos da literatura universal adaptados para as crianças que começam a descobrir o fabuloso mundo da letras, na faixa de seis a dez anos. Grandes autores fazem parte da seleção como Júlio Verne, Louis Robert Stevenson, Charles Dickens, Victor Hugo, Mark Twain, Alexandre Dumas, Daniel Dafoe e muitos mais. Os clássicos foram adaptados por especialistas e pesquisadores como Eliana Martins, Susana Ventura, Laiz Carvalho, Rosana Pamplona, Sílvia Oberg  e ilustradas por artistas com destaque nacional e no exterior como Weberson Santiago, Rosana Urbes, Sidney Meireles, Chris Eich, André Rocca. Os livros selecionados ajudaram a formar gerações de leitores de diversas épocas. A coleção lançada pode ser adquirida no site oficial ou nas bancas, lançados todas as quartas. Cada exemplar custa R$ 18,90.
Leia o resto deste post

Anúncios

Dica de Leitura – Os Três Mosqueteiros – Alexandre Dumas – 1844

Os Três Mosqueteiros – Alexandre Dumas

Dica de Leitura

Livro – Os Três Mosqueteiros

Autor – Alexandre Dumas

Ano de Publicação – 1844

País – França

A clássica história do jovem D’Artagnan, que sai do interior, da região da Gasconha, e vai a Paris com o sonho de entrar para o corpo de elite da Guarda Real, os Mosqueteiros. Na capital, ele conhece os mosqueteiros conhecidos como inseparáveis: Athos, Porthos e Aramis. Com a arrogância do jovem pretendente, ele consegue enfurecer cada um dos três mosqueteiros famosos. Mas as circunstâncias mostram quem são os verdadeiros inimigos, a guarda pessoal do Cardeal Richilieu e a misteriosa Milady, uma bela mulher que trabalha para o Cardeal e, no passado, já foi casada com Athos. Os quatro heróis, então, partem para grandes aventuras a serviço do rei da França, Luís XIII, e principalmente, da rainha, Ana de Áustria. Eles enfrentam oponentes perigosos, guerras, intrigas palacianas e planos mirabolantes arquitetados pelo Cardeal para desestabilizar a Nação. Publicado originalmente como folhetim, em capítulos semanais, nas páginas do jornal Le Siècle, o título escolhido da obra foi Três Mosqueteiros porque o autor considerou apenas o trio Athos, Porthos e Aramis. D’Artagnan participa da maior parte das aventuras ainda como um cadete, sendo nomeado Mosqueteiro depois. Embora as tramas de Dumas sejam fantasiosas, as histórias dos heróis são inspiradas em fatos e personagens reais, tanto pessoas comuns, como figuras históricas. Dumas ainda escreveu duas continuações chamadas Vinte Anos Depois (1845) e O Visconde de Bragelonne (1850). A trama de Dumas recebeu inúmeras adaptações para o cinema, teatro, musicais, novelas, sendo sérias ou paródias. Mesmo com adaptações mais recentes, a versão mais popular de Três Mosqueteiros foi o filme de 1973, dirigida por Richard Lester. O livro trouxe para posteridade o valor da amizade, da honra, da lealdade, de fazer parte de uma fraternidade, cujo lema imortalizado não poderia ser outro, senão “um por todos e todos por um”.

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

O Tudo

Para conhecer diversas curiosidades sobre tudo

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Codéx Secreto Blog

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Contos Noturnos

Contos da amante noturna