Arquivo da categoria: Panorama

Nova plataforma de streaming divide diretores famosos em Hollywood e ameaça o cinema

Popcorn Home

Enquanto Batman disputa com Superman nas telas e Capitão América prepara-se para enfrentar o Homem de Ferro, Hollywood vive o seu conflito mais épico nos bastidores. Diretores versus diretores. Estúdios versus Exibidores. Tudo começou quando Sean Parker veio com uma proposta inusitada. Seu novo projeto Screening Room propõe abolir as tradicionais janelas de exibição e lançar os filmes nos cinemas e nas residências dos espectadores, ao mesmo tempo. O espectador teria um custo de US$ 150 dólares (cerca de R$ 600 reais) para a instalação de um conversor em sua casa, com o objetivo de evitar a pirataria e uma taxa por filme de US$ 50 dólares (cerca de R$ 200,00) que seria disponibilizado por 48 horas via streaming. Na estrutura do novo serviço, parte do valor arrecadado com o aluguel seria pago aos distribuidores e exibidores, de forma compensatória. Os grupos exibidores começaram a reclamar com cartas abertas ao público exigindo que a primazia do cinema e as janelas fossem respeitadas, que novidades como essa deveriam ser negociadas também com os exibidores e que os Estúdios deveriam boicotar o serviço. Grandes diretores como Steven Spielberg (Indiana Jones), Martin Scorsese (A Invenção de Hugo Cabret), Peter Jackson (O Hobbit), Taylor Hackford (Advogado do Diabo), J.J. Abrams (Star Wars – O Despertar da Força), Ron Howard (No Coração do Mar) e Brian Grazer (Produtor da série 24 Horas) declararam apoio ao projeto porque entendem que o serviço permitiria expandir a audiência para um público que não costuma ir aos cinemas. Se dividir o valor (salgado) do ingresso com várias pessoas, sairia mais barato do que pagar ingresso para cada um ver o filme nas telas. Além disso, as pessoas não enfrentariam trânsito, filas, estacionamento, não teriam que contratar babás para seus filhos e veriam o filme no conforto de suas casas. Howard defendeu:  “A Screening Room é a única solução que envolve todas as peças da indústria: exibidores, estúdios e diretores. O modelo é justo, equilibrado e oferece vantagem para toda a indústria que amamos”. Mas nem todos concordam.

Leia o resto deste post

Anúncios

Icônico Estúdio Cannon ressuscita com novos filmes de baixo orçamento

electric-boogaloo-cannon

Quem lembra do clone do Superman sob o controle de Lex Luthor? He-Men perdido na Terra? Jean Claude Van Damme em versão robô? Charles Bronson em seu infinito Desejo de Matar? Chuck Norris detendo sozinho uma Invasão aos Estados Unidos ou lutando no Vietnã como Braddock? Os anos 70 e 80 foram marcados por uma enxurrada de filmes ousados, de baixo orçamento, produzidos pelo estúdio Cannon Films, liderado pelos primos israelenses e lendários produtores, Menahem Golan e Yoram Globus. Com o tempo, a parceria foi desfeita, o estúdio faliu, a biblioteca de filmes populares foi vendida para a MGM/UA. Esse poderia ser o fim da história se não fosse o recente anúncio de que a Cannon Films vai retornar, com uma nova leva de filmes de baixo orçamento, mais de vinte anos depois de sua falência. Prepare-se para ver futuros lançamentos como O Aprendiz do Guerreiro Americano, O Retorno do Comando Delta, Atirador Norte Americano, Zumbi – Eles Vivem, Allan Quatermain e a Joia do Leste. Caçadores de Leopardo a Meia Noite, entre outros projetos em andamento. Anos atrás, o sucesso de público e crítica do documentário Electric Boogaloo: The Wild, Untold Story of Cannon Films (2014), de Mark Hartley, sobre os bastidores e a história do icônico estúdio despertou o interesse de investidores em ressuscitar a Cannon Films e levar a empresa adiante.

Leia o resto deste post

Warner preocupada se Batman vs Superman (2016) será um sucesso

Batman-v-Superman-Dawn-of-Justice

A Internet foi invadida com um rumor inusitado, a Warner Bros anda preocupada com os resultados do futuro lançamento Batman Vs. Superman – A Origem da Justiça, previsto para estrear em 24 de março no Brasil. O site HitFix chegou a noticiar o rumor de que os executivos do Estúdio não estão satisfeitos com o filme e duvidam da capacidade do filme em atrair o público geral e tornar-se um sucesso de bilheteria. O rumor tem fundamento. O medo de que o filme, com um tom mais sombrio, diferente do clima de aventuras dos filmes da rival Marvel, possa afugentar o público geral, vem do fato de que o Estúdio precisa de um sucesso urgente. E o fracasso de B vs S, pode representar uma ameaça para todo o planejamento feito com diversos filmes na sequência, apresentando o universo da DC Comics nas telas. Lembrando que Batman vs Superman vem sendo apresentado como a base de futuros filmes individuais com os icônicos personagens como os próprios Batman, Superman, além de Mulher Maravilha, Flash, Aquaman, Lanterna Verde, fortalecendo o cenário para o lançamento de outro filme de grupo, a Liga da Justiça. A agenda para os futuros filmes existe. Liga da Justiça I e II (2017 e 2019), Flash (2018), Aquaman (2018), como Shazam (2019), Ciborgue (2020) e Tropa dos Lanternas Verdes (2020). O custo para produzir cada filme é bastante elevado. B vs S deve superar a marca de US$ 410 milhões, tornando-se o filme mais caro da história. Na matemática de Hollywood, o filme precisa render três vezes o seu gasto para ser considerado lucro. Será que o filme vai superar um bilhão e duzentos milhões em bilheterias globais? O diretor Zack Snyder tem um grande peso nas costas.

Leia o resto deste post

Universal Pictures aposta em seus monstros clássicos unidos em novas aventuras

Monstros Univ

A fórmula de sucesso da Marvel no cinema continua dando cria. Eles apresentaram seus personagens de destaque em filmes individuais, inseridos no mesmo universo, para depois reunir a todos em filmes de grupo. A estratégia, velha conhecida nos quadrinhos como crossover, era pouco utilizada no cinema ou em séries de TV. Agora é a vez da Universal Pictures adotar a estratégia e montar uma nova mega franquia, não satisfeita apenas com os sucessos de Velozes e Furiosos, Jurassic World e Bourne. Em seu acervo de personagens clássicos, o estúdio reúne os grandes monstros do cinema de filmes como Dracula (1931), Frankenstein (1931), A Múmia (1932), O Homem Invisível (1933), O Lobisomem (1941), A Criatura da Lagoa Negra (1954). Muitos deles foram inspirados em clássicos da literatura de terror e mistério. A ideia agora é reapresentar os clássicos personagens para o público atual, interligando os filmes individuais e preparando o terreno para o apoteótico filme do grupo, numa mega franquia de possibilidades infinitas. O ponto de partida já veio no filme Drácula – A História Nunca Contada (2014).

Leia o resto deste post

Dossiê Bond – Viva a Franquia e Deixe Morrer

bond-50-years

O James Bond dos romances de Fleming era um veterano da Segunda Grande Guerra. Uma figura representativa da era conhecida como Guerra Fria. A rivalidade crescente entre Estados Unidos, que encabeça as potencias capitalistas, e a Rússia, como eixo central dos países comunistas. O cenário ganhou corpo após o fim da grande guerra, embora hoje possa soar estranho aos olhos da geração Internet. Um dos instrumentos mais utilizados para alimentar esse conflito era a espionagem e justificou o surgimento e o fortalecimento dos serviços secretos das potencias. CIA (EUA), KGB, hoje FSB (Rússia), MI-6 (Inglaterra, a agência de James Bond), Mossad (Israel), SNI, hoje ABIN (Brasil), estão entre as mais conhecidas. Hoje, após o fim da Guerra Fria, o mundo mais globalizado questiona a utilidade, os custos e a validade de tais serviços. O fato do agente 007 surgir a partir do contexto da Guerra Fria poderia estabelecer um limite de longevidade por se tratar de um personagem datado. Mas a criação de Ian Fleming foi além, graças aos filmes produzidos inicialmente pela dupla Harry Saltzman e Albert R. Brocoli.

Leia o resto deste post

Dossiê Bond – As Origens à Serviço Secreto de Sua Majestade

Bond Fleming

Fleming. Ian Fleming. Um agente secreto à serviço de sua Majestade, sofisticado, cercado de glamour, de uma vida de luxo, espionagem, elevado risco de morte, bebidas e mulheres. Muitas mulheres. A descrição corresponde ao famoso agente secreto com o duplo zero, característico de quem tem licença para matar, James Bond, o agente 007. Entretanto, esse elementos também cercaram o escritor que deu vida ao agente mais famoso do MI-6, o serviço secreto britânico. O criador e sua cria tinham muito em comum. Por isso, Fleming escreveu com tanto entendimento e veracidade, as rotinas e missões do super agente, desde o lançamento do primeiro livro, Cassino Royale, publicado em 1953. Ao longo de 13 anos, foram lançados 14 romances de sucesso. A série de livros foi interrompida com a morte do escritor em 1964. Fleming ainda acompanhou o surgimento de seu super agente nos cinemas, com 007 Contra o Satânico Dr. No (1962), o filme inaugural de uma das maiores franquias de Hollywood, capaz de render bilhões de dólares ainda hoje, com seus mais de 25 filmes. Tendo continuidade esse ano com o lançamento de 007 Contra Spectre (2015). Pelo jeito, ainda veremos mais do super agente, por muito tempo.

Leia o resto deste post

Novo Cinema do Museu no Recife é inaugurado com o filme Que Horas Ela Volta?

Foram três anos de espera, mas agora, o cinéfilo recifense pode usufruir da mais nova sala, o Cinema do Museu, dentro do Museu do Homem do Nordeste, localizado em Casa Forte, zona norte do Recife. É a segunda sala de projeção, mantida pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). A primeira foi o Cinema da Fundação, localizado no bairro do Derby, também em Recife, com 197 lugares. O novo espaço tem sistemas de som (7.1) e projeção (4k) de última geração, com recursos para sessões em 3D, sem esquecer do tradicional projetor de 35 mm que permitirá exibição de filmes em película. Na plateia, são 166 lugares e mais 4 espaços para cadeirantes. Os ingressos custam R$ 14 e R$ 7 (meia), com preço promocional todas as terças por R$ 5 para todos. O filme de estréia, Que Horas Ela Volta? (15) foi lançado no último dia 21/08. Sucesso nacional dirigido por Anna Muylaert, com Regina Casé e Camila Márdila.

Leia o resto deste post

Dustin Hoffman critica: Hollywood vive seu pior momento dos últimos 50 anos

Dustin Hoffman critica HollywoodO ator, diretor e produtor norte americano Dustin Hoffman, com grandes papeis como Todos os Homens do Presidente (1976), Tootsie (1982) e O Quarto Poder (1988), em entrevista ao jornal The Independent afirma que Hollywood encontra-se no pior momento dos últimos 50 anos. “É difícil acreditar que você pode fazer um bom trabalho com tão pouco dinheiro. A Primeira Noite de Um Homem (1967) é um filme que ainda se sustenta. Teve um roteiro maravilhoso em que levaram três anos para escrever. Um diretor excepcional com um elenco e equipe excepcionais. Era um filme pequeno, quatro paredes e atores, e ainda assim tivemos cem dias de filmagem”, comparou o ator sobre seu filme de estreia, em relação aos dias de hoje.

Para Hoffman, a maioria dos filmes atuais, tirando as adaptações dos quadrinhos e os filmes de robôs, levam cerca de 20 dias para serem filmados. A tecnologia digital permite que qualquer um seja diretor e que mais cenas possam ser realizadas em um único dia. O ator critica a agenda apertada dos diretores, a pressão dos estúdios e limitações orçamentárias, enquanto os recursos são reservados para filmes de super heróis, continuações e franquias de sucesso.

Leia o resto deste post

Hollywood – O Império das Continuações – Saiba o que vem pela frente

Hollywood

Entre as 25 maiores bilheterias do primeiro semestre de 2015, vários filmes são continuações e estimulam os estúdios a apostarem no filão de dar continuidade aos filmes que foram sucesso no passado. Para se ter uma ideia, entre os novos sucessos do ano estão, Vingadores – A Era de Ultron, Velozes e Furiosos 7, Jurassic World, Mad Max – Estrada de Fúria, Divergente: Insurgente, A Escolha Perfeita 2, todos são sequências, com bilheterias até superiores aos filmes originais. O Brasil também aposta em continuações. Considerando apenas 2015, temos filmes já lançados ou programados como Divã a Dois, Pequeno Dicionário Amoroso 2, Qualquer Gato Vira-Lata 2, Minha Mãe é Uma Peça 2, Meu Passado me Condena 2, Os Normais 3 e Até que a Sorte nos Separe 3.

Além disso, grandes continuações são consideradas equivalentes ou superiores aos filmes originais como Poderoso Chefão 2, O Império Contra Ataca, Aliens, o Resgate, Ultimato Bourne, Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei, apenas para citar alguns. Por outro lado, fazer filmes de sucesso com ideias originais torna-se cada vez mais difícil. Significa investir alto com o grande risco de encarar um fracasso. Por isso, Hollywood prefere apostar na segurança, em busca de retorno financeiro garantido junto ao público. Só tem uma coisa que os estúdios gostam tanto quanto continuações. São as refilmagens. Portanto, se acostume com a ideia de que as continuações terão sempre um espaço reservado na programação dos cinemas. São mais de 100 continuações atualmente em produção ou em desenvolvimento. Conheça os principais sequencias previstas para os próximos meses ou anos:

Star Wars VII – O Despertar da Força (2015) – De JJ Abrams. Retomada da saga espacial para as novas gerações, depois do estúdio Disney ter comprado os direitos da saga ao criador George Lucas. O elenco clássico vai apresentar novos rostos. Prepare-se para rever Luke Skywalker, Princesa Leia, Han Solo, C3PO, R2D2, e Chewbacca.

Star Wars VIII e IX (2017 e 2019) – Os filmes completarão a nova trilogia. SW VIII será dirigido por Rian Johnson (Looper) e o IX pode ser dirigido por Johnson ou por JJ Abrams.

Star Wars – Anthology – Rogue One / Boba Fett? / Obi Wan? (2016-2020) – Entre os lançamentos da nova trilogia, outros filmes da saga espacial apresentarão tramas de personagens específicos e épocas diferentes no mesmo universo. Rogue One será ambientado antes do Episódio IV – Uma Nova Esperança e mostrará um esquadrão rebelde com a missão de roubar os planos da Estrela da Morte. Os próximos filmes devem focar no caçador de recompensas mandaloriano, Boba Fett, e o último no Cavaleiro Jedi, Obi Wan Kenobi. Saiba mais detalhes da nova saga aqui.

Leia o resto deste post

Ativistas dos homens exigem boicote a Mad Max 4 (2015) contra protagonismo feminino

Novo Mad Max

Ativistas dos direitos dos homens nos Estados Unidos ficaram revoltados com o filme Mad Max – Estrada da Fúria (2015) a ponto de promoverem uma campanha de boicote ao filme através de blogs e redes sociais pela Internet. O blogueiro Aaron Clarey, do blog Return of Kings, focados em assuntos masculinos, explica o motivo de tanta fúria. O autor entendeu, lendo as críticas do filme pela Internet, que o novo Mad Max não é um filme para homens, mas é manipulado por Hollywood para valorizar o público feminino e incutir ideais feministas nas mentes mais jovens. Apesar do autor do blog nem ter visto o filme, na linha não vi, não gostei, ele convoca os homens do mundo inteiro a não assistirem Mad Max por ser propaganda feminista. O blogueiro revoltado chama o filme de Mad Max – Estrada Feminista.

Leia o resto deste post

Governo convoca cineastas a inscreverem filmes nacionais para Festivais Internacionais

cinema-brasileiro

É uma verdadeira ópera da tragédia grega viver de cinema no Brasil. Produzir, finalizar, divulgar e lançar os filmes nas salas de cinema brasileiros, principalmente, tendo que enfrentar todo o rolo compressor dos lançamentos de Hollywood. Existe uma estratégia para o filme nacional ter maiores chances de sucesso junto ao público, através da participação em festivais de cinema, especialmente, os festivais internacionais. Ciente disso, o governo brasileiro, através da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e do Ministério das Relações Exteriores, criaram um programa para facilitar a participação dos filmes brasileiros no mercado internacional de cinema.

Atualmente na décima edição, o Programa Encontros com o Cinema Brasileiro abriu inscrições para que cineastas de todo o Brasil, no prazo até o próximo dia 20/05, possam inscrever seus trabalhos. A intenção é trazer ao Brasil, no período de 3 a 6 de junho, curadores de três importantes festivais de cinema mundial: Locarno, que ocorrerá no período de 5 a 15 de agosto; Toronto (10 a 20 de setembro); e San Sebastian, de 18 a 28 de setembro. Os curadores poderão analisar exclusivamente filmes brasileiros, aumentando as chances e a visibilidade dos filmes no circuito de festivais do exterior. A medida visa ampliar as possibilidades dos filmes brasileiros serem selecionados, participarem de mais festivais e conquistarem mais prêmios.

Leia o resto deste post

Hollywood Contra Ataca a Pirataria de Filmes com Ultimato de 24 Horas

internet-movie-piracy

Filme pirata incomoda muita gente. Filmes piratas incomodam, incomodam muito mais… a cantiga chegou ao limite em Hollywood. A poderosa entidade Motion Picture Association of America (MPAA), representante dos seis maiores estúdios de cinema norte americanos (Paramount, Fox, Universal, Sony, Warner e Walt Disney), emitiu um ultimato, uma ameaça por email, no último dia 01 de maio, exigindo o fim das atividades dos sites de torrent que distribuem ilegalmente filmes piratas para o mundo inteiro. E deu um prazo de 24 horas para os sites saírem do ar. O email foi encaminhado pelo vice-presidente da MPAA, Jan Van Voon, aos maiores sites europeus do ramo, numa ação direta no combate a pirataria.

Leia o resto deste post

Semana triste para o Cinema Nacional, morrem Simião Martiniano e Antonio Abujamra

Antônio Ab e Simião

O cineasta Simião Martiniano faleceu aos 82 anos, na última segunda feira (27/04), em decorrência de câncer no esôfago. Apesar de realizar obras marginalizadas e rejeitadas pela crítica, o cineasta alagoano, conhecido como o Camelô do Cinema sempre foi um exemplo de perseverança. Chegou a dirigir nove longas metragens, independente do formato. Seja super 8, VHS ou câmeras digitais. Simião viveu em Jaboatão e no Recife, onde rodou seus filmes, conhecidos apenas por um público restrito, como Traição no Sertão (1979), O Herói Trancado (1989), A Rede Maldita (1991), A Moça e o Rapaz Valente (1999) e A Valise Foi Trocada (2007).

Leia o resto deste post

Acordo da Ancine limita número de salas de cinema para megalançamentos

orbit

O filme Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 foi lançado no Brasil, em novembro passado, em cerca de 1400 salas ao mesmo tempo. Foi um recorde na quantidade de salas de um único filme e quase a metade das salas do país. Filmes como Crepúsculo, Transformers, Vingadores e O Hobbit seguiram o mesmo caminho. Como fruto de campanhas de marketing poderosas e ostensivas dos filmes, as facilidades da digitalização das salas de cinema, o público ansioso para conferir os mega lançamentos, as redes exibidoras de cinema buscavam potencializar os lucros multiplicando a quantidade de salas para um mesmo filme. Mas essa situação vai perder força a partir de 2015. A Agência Nacional de Cinema – Ancine estabeleceu um acordo entre as empresas envolvidas na indústria de cinema do Brasil, para limitar a quantidade máxima de salas para exibir cada filme nas redes multiplex. Os representantes assinaram um Termo de Compromisso para viabilizar esses limites.

Leia o resto deste post

Distribuidora Versátil convida o público a sugerir filmes nunca lançados em DVD no Brasil

Versatil pergunta

O site BJC divulgou o convite formulado pela Distribuidora Versátil aos colecionadores para que sejam indicados filmes nunca lançados em DVD no Brasil para serem avaliados pela empresa e, quem sabe, serem finalmente lançados por aqui. O mercado de DVD no país chegou a um ponto de estagnação, seja pelo fato da maioria dos principais filmes produzidos na história do cinema já terem sido lançados, seja pelo fato de que o mercado é diariamente enfraquecido pela ação da pirataria e a concorrência com outras alternativas como o Blu Ray, a TV Paga mais acessível e os serviços de streaming de filmes como Netflix, Crackle, You Tube e tantos outros. Cada lançamento hoje é um grande risco para as empresas do mercado. Principalmente, porque as locadoras de vídeo que sustentavam grande parte das compras de DVDs, agora são uma espécie em extinção. Portanto, é louvável iniciativas como essa da Versátil. A página de Facebook da distribuidora faz o convite aos colecionadores. Conheça aqui e colabore, indicado seus filmes. Contanto que nunca tenham sido lançados no Brasil.

Leia o resto deste post

Confira a programação do Cine PE 2015 com destaque para filme de Alceu Valença

Cine PE 2015

Os efeitos da crise econômica atingiram o Festival Cine PE 2015, esse ano com um evento mais modesto que volta ao cenário do tradicional Cinema São Luiz, entre os dias 2 e 8 de maio, em Recife. Mas os produtores continuam firmes no objetivo de prestigiar as produções nacionais e destacar o cinema pernambucano. Dos 27 filmes selecionados, 12 são produções pernambucanas, 2 são filmes estrangeiros e os demais são produções brasileiras, distribuídos em cinco mostras: as competitivas de longa-metragem, curta-metragem e curtas pernambucanos, e as não competitivas Especial e Mostra de Cinema Infantil. Os vencedores das competições receberão o troféu Calunga, prêmio oficial do Festival. Os escolhidos foram selecionados a partir de um grupo de 720 filmes inscritos. Os longas foram avaliados pelo crítico de cinema, jornalista e produtor editorial, Rodrigo Fonseca e os curtas metragem ficaram a cargo do crítico de cinema na web e Mestre em Literatura Brasileira, Diogo Mendes.

Leia o resto deste post

6 Estereótipos Femininos Que Hollywood Precisa Parar de Usar

A Palavra

6 ESTEREÓTIPOS FEMININOS QUE HOLLYWOOD PRECISA PARAR DE USAR

Apenas parem.

obvious.jpg

Notícias chocantes: Hollywood não sabe escrever personagens femininos. Ok, talvez não seja tão chocante assim quando levamos em consideração o fato de que os seis grandes estúdios que controlam a indústria cinematográfica são quase que inteiramente dominados por homens. Se você precisa de comprovação numérica, aqui vai: entre 2002 e 2012, apenas 4.4% dos 100 maiores sucessos de bilheteria foram dirigidos por mulheres; e em 2012, apenas 28.4% de todos os papéis com falas entre os 100 maiores sucessos eram femininos. E antes que você venha com alguma justificativa tirada do rabo, como oh, acho que mulheres simplesmente não se interessam em trabalhar na indústria cinematográfica, pense outra vez. Mulheres são muito bem representadas em todas as principais escolas de cinema dos EUA, mas por algum motivo não conseguem adentrar a indústria. Quando…

Ver o post original 1.737 mais palavras

O Cinema e a Vida: Imigração, Racismo, Fantasia e a Realidade

Falando em Literatura...

Só um trechinho do post que sai todas as sextas- feiras no meu outro blog sobre cinema:

209765.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Samba, um filme corajoso de Eric Toledano e Olivier Natake, que mostra a imigração do lado de lá, do lado que muita gente prefere ignorar, porque não interessa ou incomoda. Corajoso porque humaniza aquele sujeito que está escondido, marginalizado, coloca no palanque aquele que nunca tem voz nessa França (metade conservadora), que prefere fechar as fronteiras e expulsar essa gente “colorida”, que ocupa seus espaços e que eles não se interessam em conhecer. O racismo real, presente e verdadeiro que existe, não só na França, como na Espanha e toda a Europa. Os guetos formam- se por isso, porque os governos permitem a segregação racial e porque os imigrantes estão sozinhos, precisam de companhia. No exterior, a nossa família são os amigos que encontramos e espero que no seu grupo de amigos…

Ver o post original 19 mais palavras

As mulheres de Woody Allen

Palavras de Cinema

A exemplo de Bergman e Fellini, Woody Allen sempre criou grandes personagens femininas. Mais ainda: ora ou outra as colocou no centro de suas histórias, e às vezes os filmes levavam seus nomes – como Annie Hall e Blue Jasmine.

Todas deixaram expressões inesquecíveis – seja de dor, como Geraldine Page em Interiores, seja de desejo, como a bela Scarlett Johansson em Ponto Final. Essas damas atrapalham a vida de seus homens, ou simplesmente os deixam confusos. Uma delas chega a retirá-lo da tela do cinema para viver sua história de amor.

Abaixo, a lista não contempla todas as damas que passaram pelas obras de Allen. Trata-se apenas de um apanhado de beleza e talento – e, às vezes, dos dois.

Diane Keaton, em Noivo Neurótico, Noiva Nervosa

noivo neurótico, noiva nervosa

Geraldine Page, em Interiores

interiores

Mariel Hemingway, em Manhattan

manhattan

Charlotte Rampling, em Memórias

memórias1

Mia Farrow, em A Rosa Púrpura do…

Ver o post original 72 mais palavras

Apesar de crise, Cine PE 2015 bate recorde de filmes inscritos

cine_pe_2015

Os organizadores do maior evento de cinema de Pernambuco, o Cine PE 2015, celebram a quantidade recorde de filmes inscritos, entre longas e curtas metragem. Entre produções nacionais e estrangeiras. Ao todo, foram 720 obras inscritas. Mas a edição XIX do Festival será marcada pela crise. Visando dar sobrevida ao evento, o organizador e idealizador Alfredo Bertini resolveu adotar algumas estratégias. A edição de 2014 foi criticada por destacar filmes de menor repercussão e perdeu espaço junto ao público, enfrentando sessões esvaziadas. A busca pela internacionalização, iniciada no ano passado, depois de 17 anos apresentando apenas filmes nacionais, contribuiu para a falta de identificação do público com as obras exibidas.

Leia o resto deste post

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

O Tudo

Para conhecer diversas curiosidades sobre tudo

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna