Arquivo diário: 4 de abril de 2016

Mistura de filme e animação no ousado trailer do drama nacional Zoom (2016)

Compositor Hans Zimmer não quer mais saber de trilhas para filmes de Super Heróis

Hans-Zimmer-BvS

Logo que os filmes de super heróis se tornaram moda, Hans Zimmer tornou-se um dos principais compositores das trilhas sonoras heroicas. Seu trabalho mais recente, Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2016) tem na trilha, um dos pontos altos, embora o próprio filme divida opiniões entre espectadores e críticos. O gênero de super heróis nas telas ainda deve render diversos lançamentos pelos próximos anos, mas para Zimmer, é o fim. “Estou oficialmente aposentado do gênero de super heróis”, revelou o compositor de obras como Batman Begins (2005), Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008), Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), O Homem de Aço (2013), O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro (2014). Para ele, A Origem da Justiça foi sua última contribuição. Será que a parceria entre Zimmer e o diretor Zack Snyder teve algo haver com sua decisão extrema? Será que a perspectiva de haver mais uma série de filmes de super heróis em produção para os próximos anos também foi um peso? Qualquer resposta a essas perguntas será especulação.

Leia o resto deste post

Artistas brasileiros e estrangeiros dão vida a ousada animação nacional, Zoom (2016)

zoom_cartaz

O primeiro filme de animação brasileira realizado com a técnica de rotoscopia, a comédia voltada para o público jovem, Zoom (2015), dirigido por Pedro Morelli, uma co-produção entre Brasil e Canadá, com elenco nacional e internacional, foi lançada nas telas. Entre os destaques nacionais, Mariana Ximenes (Os Penetras, série Supermax) e Cláudia Ohana (Erendira, Desenrola, séries Mandrake, Psi). Do lado internacional, vemos Gael García Bernal (Ensaio Sobre a Cegueira, Desierto, série Mozart in the Jungle), Alison Phill (Meia Noite em Paris, Expresso do Amanhã, série Newsroom), Jason Priestley (famoso pela série Barrados no Baile) e Jennifer Irwin (Sexo Sem Compromisso e Professora Sem Classe). O filme entrelaça animação com cenas reais, numa linguagem dinâmica e criativa, utilizando a técnica rotoscopia, em que a animação é desenhada sobre as imagens filmadas de cada cena. A técnica rendeu outras obras como Walking Life (2001), O Homem Duplo (2006), ambos de Richard Linklater.

Leia o resto deste post

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

O Tudo

Para conhecer diversas curiosidades sobre tudo

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Codéx Secreto Blog

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

UM POUCO SOBRE LIVROS, FILMES, SÉRIES E ASSUNTOS ALEATÓRIOS

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Contos Noturnos

Contos da amante noturna