Diretor Steven Spielberg investe na criação de novo conglomerado de entretenimento

Steven Spielberg não é conhecido apenas como um dos maiores diretores de Hollywood, mas também como um empresário bem sucedido na indústria de entretenimento e um dos sócios da produtora Amblin Entertainment, fundada em 1981, junto com os produtores Kathleen Kennedy e Frank Marshall, além do Estúdio DreamWorks Pictures, criada em 1994, junto com os executivos Jeffrey Katzenberg e David Geffen. Porém, a situação desigual das empresas forçou Spielberg a tomar a medida drástica de criar o novo conglomerado Amblin Partners, com o objetivo de reunir diversas empresas e produzir novos filmes e séries de TV. Serão cinco produtoras diferentes, unindo forças: os estúdios DreamWorks, Amblin Entertainment, Participant Media, Reliance Group e Entertainment One. Nos últimos anos, a Amblin foi favorecida com o mega sucesso de Jurassic World, mas seus demais filmes não foram bem de bilheteria como Lincoln (2012) e Ponte de Espiões (2015), ambos dirigidos por Spielberg. A DreamWorks por outro lado ficou mal das pernas. Filmes recentes do estúdio como Eu Sou o Número Quatro, Cowboys Vs Aliens e a refilmagem de A Hora do Espanto, foram grandes fracassos de bilheteria.

Muitos filmes, ainda em produção, estão atrelados aos contratos atuais e serão distribuídos por outros estúdios. O Grande Amigo Gigante (2016), tem contrato de lançamento com a Disney, a refilmagem de O Fantasma da Máquina (2017) será com a Paramount Pictures e a adaptação Jogador Nº 1 (2018), será pela Warner. Com o novo acerto, todos os novos projetos serão distribuídos pela Universal Pictures, no cinema, e Universal Television, para as séries de TV que devem ser exibidas na rede norte americana NBC e em canais pagos como o SyFy, USA Network, Universal HD, entre outros. A adaptação do novo romance de Paula Hawkins, A Garota no Trem, previsto para estrear em outubro de 2016, será lançado com a Universal Pictures. Para Spielberg, o novo acordo será uma volta para casa ao estúdio que abriu as portas para ele e permitiu grandes sucessos como Tubarão (1975), E.T. – O Extraterrestre (1982), Jurassic Park – O Parque dos Dinossauros (1993) e A Lista de Schindler (1993), dirigidos por Spielberg, além de sua produção De Volta Para o Futuro (1985), de Robert Zemeckis.

Conheça mais sobre Steven Spielberg:

Steven Spielberg prevê o fim da era dos filmes de super heróis

Spielberg assume adaptação de romance de Ficção Científica disputado

O melhor de Steven Spielberg, diretor norte americano

Anúncios

Publicado em 12 de fevereiro de 2016, em Antenado e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

Ste

Aqui você vai encontrar sobre um pouco de tudo, principalmente livros. Conte com nossa sincera opinião sobre os livros, as séries e os filmes resenhados e citados.

Pão de Canela e Prosa

Onde as palavras têm sabor

marisbookshop

pensamentos de uma jovem.

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

Meuus Fatos

literatura, resenhas , textos escritos por mim é indicações de livros.

Reclusidades Diárias

Esses são os meus olhos e com eles eu vejo o mundo. Quer ver comigo?

Eu, nós dois e todo mundo

Sobre amor e falta dele, otimismo, utopia e desconforto. Uma caricatura de pós-moderno em um mundo todo louco.

TraduQ

ideias e escritos traduzindo-nos

Desajustado

As (des)vantagens de ser!

%d blogueiros gostam disto: