Cahiers du Cinema e Sight & Sound divulgam suas listas dos melhores filmes de 2015

cahiers

Com a chegada do final de 2015, duas tradicionais revistas de cinema revelam suas escolhas nas sempre polêmicas listas dos melhores filmes de ano. A revista francesa Cahiers du Cinéma que estabeleceu as bases do cinema de vanguarda do velho continente desde os anos 50, tem a tendência de valorizar melhor o cinema europeu, enquanto a revista britânica Sight & Sound, mais tradicional, publicada desde os anos 30 pelo Instituto de Cinema Britânico (BFI), destaca mais o cinema norte americano e as produções asiáticas. Curiosamente, os filmes eleitos na primeira  colocação de cada lista, nem sequer são lembrados na lista da revista concorrente. Em comum, as revistas indicam os filmes Cemitério de Esplendor, Mad Max – Estrada de Fúria, Vício Inerente e As Mil e uma Noites.

Lista da Cahiers du Cinéma
1. Minha Mãe, de Nanni Moretti;
2. Cemitério de Esplendor, de Apichatpong Weerasethakul;
3. À Sombra de Uma Mulher, de Philippe Garrel;
4. O Cheiro da Gente, de Larry Clark;
5. Mad Max – Estrada da Fúria, de George Miller;
6. Jauja, de Lisandro Alonso;
7. Vício Inerente, de Paul Thomas Anderson;
8. As Mil e Uma Noites, de Miguel Gomes;
9. O Verão de Sangaile, de Alante Kavaite;
10. Para o Outro Lado, de Kiyoshi Kurosawa.

###

Lista da Sight & Sound
1. A Assassina, de Hsiao-hsien Hou;
2. Carol, de Todd Haynes;
3. Mad Max – Estrada da Fúria, de George Miller;
4. As Mil e Uma Noites, de Miguel Gomes;
5. Cemitério de Esplendor, de Apichatpong Weerasethakul;
6. Sem Filme Caseiro, de Chantal Akerman;
7. 45 Anos, de Andrew Haigh;
8. O Filho de Saul, de László Nemes;
9. Amy, de Asif Kapadia;
9. Vício Inerente, de Paul Thomas Anderson;
11. Anomalisa, de Charlie Kaufman e Duke Johnson;
11. Corrente do Mal, de David Robert Mitchell;
13. Phoenix, de Christian Petzold;
14. Garotas, de Céline Sciamma;
14. Difícil Ser Deus, de Aleksei German;
14. Divertida Mente, de Pete Docter;
14. Tangerina, de Sean Baker;
14. Taxi Teerã, de Jafar Pahani;
19. Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa;
19. O Peso do Silêncio, de Joshua Oppenheimer.

Anúncios

Publicado em 1 de dezembro de 2015, em Cine Dica e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

Compartilhando coisas legais!

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

%d blogueiros gostam disto: