Frederick Forsyth, autor de O Dia do Chacal, revela que era espião do MI6

Todos os fãs de Ian Fleming sabiam que o criador do famoso espião britânico, James Bond, também foi um espião na vida real. Entretanto, foi com surpresa que o público recebeu a notícia recente de que o escritor britânico, Frederick Forsyth, foi outro espião do MI-6, a mesma agência responsável por Bond na ficção. Forsyth escreveu romances clássicos da espionagem como O Dia do Chacal (71), O Dossiê Odessa (72) e O Quarto Protocolo (84), enquanto trabalhou por cerca de 20 anos para o MI-6 em diversos territórios como a República do Biafra, Nigéria, Alemanha Oriental, Rodésia e África do Sul. A notícia foi divulgada pelo próprio Forsyth ao jornal Sunday Times, como parte de sua autobiografia publicada dias atrás na Inglaterra, chamada The Outsider – My Life  in Intrigue (O Forasteiro – Minha Vida em Intrigas).

Certamente, parte de sua experiência de vida tornou mais rica e realista as aventuras, personagens, tramas e descrições presentes nos 20 livros escritos por ele. Forsyth ainda revela que recebeu a ajuda de vários de seus companheiros de trabalho, os demais espiões, para escrever suas famosas obras. Muitos dos fãs do autor suspeitavam desse fato porque suas tramas sempre pareceram realistas demais. Porém, até a publicação da autobiografia, nunca houve nenhuma confirmação. Forsyth foi convidado a atuar como espião, enquanto trabalhava como jornalista freelance no território de Biafra, na Nigéria, durante a guerra civil ocorrida no final dos anos 60, por conflitos do governo central contra forças separatistas. O primeiro livro de Forsyth, de 1969, não era ficcional e retratava a situação do conflito em Biafra. Dois anos depois, o autor escreveu seu primeiro clássico, o romance de suspense e espionagem, O Dia do Chacal, em que um assassino especializado é contratado por um grupo terrorista para assassinar o então presidente francês Charles de Gaulle. O livro romanceia uma situação, inspirada em fatos reais, ocorridos em 1963. Forsyth manteve em segredo sua carreira de espião, enquanto escreveu diversos dos seus romances. Um espião disfarçado de escritor.

Anúncios

Publicado em 7 de setembro de 2015, em Caracteres e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

Roberto Luiz Ribeiro

Poesia alternativa-marginal-independente e gratuita

A Taverna

Ficção Especulativa Brasileira e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

%d blogueiros gostam disto: