Vingadores – A Era de Ultron estréia repleto de críticas positivas

vingadoresnacionalultron

As expectativas estão elevadas com a nova invasão dos Vingadores nos cinemas. A sucessão de filmes de grande bilheteria, baseados nos personagens de quadrinhos da Marvel, aumenta as expectativas do público. Homem de Ferro, Thor, Capitão América prepararam o terreno para Os Vingadores (2012) que foi um sucesso absoluto e se tornou a terceira maior bilheteria da história do cinema, perdendo apenas para os dois arrasa-quarteirões dirigidos por James Cameron, Avatar e Titanic (2009) e Titanic (1998). O novo Vingadores – A Era de Ultron que chegou aos cinemas em lançamento global promete ser um novo sucesso e vem cercado de críticas positivas de todos os lados.

Em geral, os críticos constatam uma continuação melhor do que o filme original. Com os elementos positivos que a Marvel aprendeu em seus grandes filmes no cinema. Muita ação, diversão, em um filme bem construído que sabe trabalhar seus personagens. Havendo maior profundidade e um tom mais sombrio do que seu antecessor.

Peter Travers da revista Rolling Stone atesta:

Que tipo de escapismo é esse? É do melhor tipo. Daquele que fixa em você. (O diretor Joss) Whedon é o verdadeiro mestre do universo da Marvel Comics nas telas.

Claudia Puig afirma no USA Today:

Tirando alguns lapsos do (Joss) Whedon, este é um épico estrelado por super heróis que vai agradar os fãs da Marvel mais devotos e a maioria dos fãs do primeiro filme. Mas para o espectador mais desligado, a diversão em ver esses heróis salvarem o universo diminui com a passagem do tempo.

Para Raquel Carneiro da Veja:

Marcam a produção, as cenas de ação, ainda mais soberbas que as do longa anterior, e a fotografia, que se entrega sem medo à estética dos quadrinhos. A mistura de excessos faz do filme uma explosão de adrenalina e emoções, boas e ruins. O elenco estelar também não falha, como se vê logo no início. O longa abre com uma sequência de ação extasiante.

Alonso Duralde, do The Wrap, explica:

Pode, muito bem, ser que vamos finalmente parar de olhar para estes filmes da Marvel como experiências individuais e discretas, ao invés de capítulos em um longo épico. Mas, até mesmo por esses padrões, o novo Vingadores surge como um episódio sólido, porém estufado. Mais preocupado em ser um tecido conjuntivo do que qualquer outra coisa.

Érico Borgo do Omelete define o filme:

O tema é mais complexo que as questões de poder e a relação familiar imediatamente relacionáveis do primeiro Os Vingadores. Talvez, por isso, tanto tenha se falado sobre o tom “mais sombrio” do filme. Mas essa carga potencialmente dramática é quebrada incessantemente com ação e humor, o que tira daí qualquer impressão mais duradoura de foco mais adulto ou realista, de perigo real, que o filme poderia passar. Felizmente, é uma produção do Marvel Studios, afinal. (…) Ao final, Vingadores: Era de Ultron é a Era da Mente. Um filme cujo cerne é brilhante, mas acaba diminuído pela necessidade, essa inércia de indústria, de ser maior e mais épico, o que acaba gerando um certo descontrole em relação ao certeiro primeiro longa.

No Cinema Blend, Eric Eisenberg se deleita:

O público nem consegue esperar até o final do filme para explodir em aplausos. Em meio a massivas sequências de ação, ver o grupo inteiro dos Vingadores, incluindo Homem de Ferro, Thor, Capitão América, Gavião Arqueiro e Viúva Negra, reunidos na tela é legal demais para ignorar. É um verdadeiro tributo de como um verdadeiro filme de entretenimento deve ser. Uma reação maravilhosa como recompensa para personagens bem construídos, diálogos espirituosos e um roteiro completamente emocionante. E não será surpresa se os aplausos se repetirem mais e mais, enquanto o filme for lançado pelo mundo afora.

Mau Faccio, do Jovem Nerd, sentencia:

Como um filme de aventura e ação, Era de Ultron se garante, tranquilamente. Cenas épicas estão no cardápio. Planos mirabolantes, também, Ultron é um vilão muito interessante. Definitivamente, ele não se comporta da maneira que você esperaria de um robô. Essa máquina que tem o desejo de exterminar a humanidade, porque a mesma não consegue se proteger, é, talvez, o melhor personagem do filme. Sua motivação é um clichê, sim, mas o seu plano para acabar com o planeta faria qualquer vilão clássico de quadrinhos se orgulhar. Algo tão grandioso e complicado, que você torce para dar certo só para ver o resultado.

James White, da Revista Empire, acrescenta:

(Joss) Whedon pegou vários temas do universo Marvel e teceu uma tapeçaria impressionante, cheia de ação, humor, charme e coração. Havia sempre o risco de que o filme poderia se tornar apenas um veículo para Tony Stark e seus trajes descolados, mas Whedon é sagaz o suficiente para perceber que ele tem um elenco bem equilibrado, e todos carregam a sua parte respectiva no enredo, com facilidade.

Jota Silvestre, do blog O Grito, destoa das críticas positivas:

Era de Ultron é o ápice da Fase 2 e tinha potencial, e a obrigação, de levar o universo cinematográfico da Marvel a um novo patamar. Não foi o caso. O filme não faz justiça à sua importância estratégica nem ao seu papel de preparar a nova fase. Não causa impacto, não provoca ruptura, não emociona e pouco diverte. Se o nível de exigência é elevado, isso se deve á própria Marvel, não só pelo primeiro filme dos Vingadores – que chamamos neste mesmo espaço de “O melhor filme de super-heróis de todos os tempos” – mas também por Capitão América 2 — O Soldado Invernal e Guardiões da Galáxia, estes, sim, exemplos da ousadia que o estúdio vinha demonstrando até agora.

Prontos para a ação ininterrupta dos Vingadores – A Era de Ultron? Então, prepare-se sua pipoca, levante seu escudo e prepare-se para a nova aventura.

Anúncios

Publicado em 24 de abril de 2015, em Preview e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

Compartilhando coisas legais!

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

%d blogueiros gostam disto: