Hoje é o Dia Internacional do Livro, data definida pela Unesco

Estante Incomum

No passado, esculpido em pedra, escrito por copistas em folhas de bambu ou pergaminhos, o livro ganhou o atual formato de encadernado com diversas páginas, emoldurado por uma capa cartonada ou de couro, após a invenção da imprensa de Johannes Gutenberg no século XV. O formato do livro, após séculos cristalizado, sofreu um abalo com a tecnologia digital, a criação de ebooks, ereaders e tablets. Se o livro que conhecemos está com os dias contatos, não sabemos. Entretanto, é possível afirmar que o livro deve sobreviver, independente do suporte. Se físico ou digital ou virtual. O livro depende de seus leitores para sobreviver. Por isso, a importância de iniciativas como a celebração do Dia Internacional do Livro, no dia 23 de abril.

A data começou a ser celebrada na região da Catalunha, na Espanha. Inicialmente, em 05 de abril, para marcar também o nascimento do maior escritor espanhol, Miguel de Cervantes. A data foi alterada para 23 de abril por ser a data de falecimento de Cervantes que coincide com a data de falecimento do grande escritor inglês, William Shakespeare. Embora a data do falecimento do autor de Hamlet seja controversa. A Catalunha até tem uma tradição para a data. O costume de oferecer uma rosa para quem compra um livro. Muitos países adotaram a mesma data para celebrar o dia do livro e também o mesmo costume da rosa. Mas no Brasil, a data é outra. O Dia Nacional do Livro é celebrado em 29 de outubro, por marcar a inauguração da Biblioteca Nacional do Livro, no Rio de Janeiro. A Biblioteca é responsável pelo depósito legal de todas as obras publicadas no país e estabelecer meios para o reconhecimento dos diretos autorais. Em 1995, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, Unesco, estabeleceu a data 23 de abril como o Dia Internacional do Livro para o mundo inteiro, em reconhecimento à importância desse instrumento na difusão do conhecimento e da cultura. Se depender dos amantes das letras, o livro não vai morrer nunca.

Anúncios

Publicado em 23 de abril de 2015, em Caracteres e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Suki na Ongaku

Blog com letras de minhas músicas japonesas preferidas

A Taverna

Histórias fantásticas e Dicas de Escrita!

Don Silvio

Comentando

Priscila.T.Therese Official

"we are lifelong learners " Nós somos eternos aprendizes "

enjuadinha

Momentos da vida

Livros do Coração

Resenhas de livros, filmes, teatro e cultura em geral

felicisses.wordpress.com/

Compartilhando coisas legais!

Entre nos Mundos

Compartilhando as minhas visitas em outros mundos.

Just One More

Café, Livros, Estudos e Mundo

Uma borboleta leitora

Como borboletas, voamos pelas páginas dos livros...

Liberte-se.

Meu nome é Hellen, tenho 18 anos e aqui escrevo sobre coisas que me interessam.

Emilly Vass

Blog Literário

Literatura Doccar

Blog Literário

Auê Cultural

A casa de todos, de todas as tribos

Vendas Digitais

Curta, compartilhe e deixe seu e-mail

Contos Noturnos

Contos da amante noturna

%d blogueiros gostam disto: